Menu fechado

Como evitar uma multa por andar com animais no carro

Andar com uma animal de estimação no carro, sem o devido preparo, é considerada uma infração média – Segundo o artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro:

“II – transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas;

Infração – média;

Penalidade – multa”

A penalidade para quem comete essa infração de natureza média é de multa no valor de R$ 130,16 e mais quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Pior ainda é a punição de quem anda com um animal do lado externo do veiculo –  A multa para quem transporta algum animal na parte de fora do carro é de R$ 195,23, considerada infração grave, com aplicação de 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação do motorista.

Os perigos de animais de estimação andando em carros

Seu animal de estimação sai para passear de carro com você? A maioria dos donos de animais de estimação os vê como membros da família e frequentemente os inclui em passeios familiares, muitos dos quais incluem passeios de carro. Alguns cães até ficam entusiasmados quando ouvem as palavras “passeio de carro!”

Mas onde está seu cachorro sentado? A maioria dos animais de estimação senta-se no banco de trás, mas alguns proprietários permitem que seus animais de estimação se acomodem no banco do passageiro da frente e, na pior das hipóteses, no colo do motorista. Em caso de acidente, isso não só representa o risco de animais de estimação passarem pelo para-brisa dianteiro, mas também os coloca em risco de se ferirem com o airbag.

Além desses perigos, também existem muitos riscos associados ao deixar seu animal de estimação enfiar a cabeça para fora da janela. Se o seu animal gosta de fazer isso, embora ache extremamente divertido, isso pode colocá-lo em risco de vários acidentes. Objetos voadores podem atingi-los no olho e, com o tempo, o vento pode danificar seus olhos ao secá-los.

Embora ter nossos animais de estimação andando conosco seja divertido e agradável, ter animais de estimação no carro também pode nos trazer uma série de distrações. Algumas das distrações mais comuns incluem alimentar, acariciar, disciplinar, falar e olhar para o animal de estimação. Isso representa muitos riscos para o motorista e o animal de estimação, já que a atenção do motorista foi tirada da estrada.

Agora, como você pode evitar esses perigos enquanto dirige com seu animal de estimação?

Há uma variedade de sistemas de retenção para animais disponíveis na maioria das lojas de animais. Existem cadeirinhas que usam o cinto de segurança existente do carro para amarrar o animal de estimação e almofadas que têm um pino na extremidade que se encaixa no receptáculo do cinto de segurança existente do carro.

Outra ótima opção são os assentos elevatórios para cães pequenos que se prendem ao assento do carro e, em seguida, o cão é fixado ao assento elevatório. Alguns veículos agora vêm com opções que incluem uma amarração para o animal de estimação no banco de trás.

Qualquer que seja a opção que você escolher, este simples investimento pode ajudar a manter você e seu animal de estimação seguros enquanto andam no carro da família.

O problema de ter um animal solto no carro

Ter um animal de estimação solto no carro também pode tornar difícil para o motorista manter o controle seguro do veículo. Por exemplo, um pequeno animal de estimação pode ficar sob os pés e interferir na capacidade do motorista de operar os pedais do freio, acelerador e / ou embreagem.

A coleira de um animal de estimação, se deixada presa, pode envolver várias partes do interior do veículo e, potencialmente, causar um acidente. As ações de um animal de estimação dentro do veículo podem distrair o motorista, causando excesso de velocidade, violações de movimento e acidentes.

Como levar meu animal no carro sem perigo

Uma grande variedade de opções já existem para os proprietários que querem conter cães com conforto e segurança durante a viagem. Uma opção popular é usar um  arnês de carro que proteja seu cão por meio de um sistema de cinto de segurança ou de um  fixador de cinto de segurança . Meça o seu cão corretamente e compre um arnês do tamanho certo para garantir conforto e segurança.

Certifique-se de ajustar o arnês corretamente. (Por favor, não permita que seus animais de estimação viajem no banco do passageiro da frente se seu carro estiver equipado com airbags, pois isso pode ser fatal para o seu animal em um acidente. Também recomendamos que os cintos de segurança sejam usados ​​com arreios em vez de fixados diretamente no seu coleira de cães.)

Para cães que viajam na área do assento traseiro do veículo, você pode usar uma capa de rede ou barreira de assento dianteiro para restringir o acesso aos assentos dianteiros. Eles podem ser usados ​​em combinação com o arnês e o cinto de segurança para segurança extra.

Embora muitos donos de animais gostem de viajar com seus animais de estimação e mantê-los no colo possa parecer inofensivo, a realidade é que isso coloca os animais de estimação e os motoristas em extremo perigo. Mesmo um segundo ou dois segundos de desatenção em velocidades moderadas pode causar acidentes graves que os pequenos animais de estimação podem não sobreviver.

Os cães podem viajar também nos porta-malas. Certifique-se de que seu animal de estimação tenha espaço suficiente para sentar, ficar em pé, virar-se com facilidade e deitar-se em uma posição confortável. Você também deve garantir que haja ventilação e fluxo de ar suficientes.

Para cães e gatos menores, os assentos de reforço para animais de estimação ou as cestas de animais são outra opção.

Como manter o animal seguro na viagem ?

Gatos sempre devem ir nas caixas de transporte

A maioria dos gatos não se sente confortável viajando em carros, portanto, para a segurança deles e também a sua, mantenha-os em um caixa de transporte. É importante deixar essa caixa sempre presa no carro para que elas não saltem e machuquem seu gato. Faça isso prendendo um cinto de segurança abaixo da caixa.

Deixe o banco da frente para os humanos

Mantenha seu animal de estimação no banco de trás do carro. Se um airbag disparar enquanto seu animal de estimação estiver no banco do passageiro (mesmo em uma caixa), ele poderá ferir seu animal.

Mantenha essas cabeças dentro!

Cães e gatos devem ser sempre mantidos com segurança dentro do carro. Os animais de estimação que podem colocar a cabeça para fora da janela podem ser feridos por partículas de detritos ou ficar doentes por causa da entrada de ar frio em seus pulmões. Nunca transporte um animal de estimação na parte traseira de uma caminhonete aberta.

Dê ao seu animal de estimação muitas paradas para descanso

Pare com frequência para permitir que seu animal de estimação se exercite e elimine você sabe o que. Mas nunca permita que seu animal de estimação saia do carro sem coleira, etiqueta de identificação e guia.

Traga um amigo humano

Sempre que possível, compartilhe as funções de dirigir e cuidar de animais de estimação com um amigo ou parente. Você poderá conseguir ir pegar comida ou usar as instalações em paradas de descanso sabendo que alguém de sua confiança está de olho em seus animais de estimação.

Nunca deixe seu animal de estimação sozinho em um carro

Uma rápida parada no banheiro pode parecer pouco tempo para você, mas é muito tempo para deixar seu animal de estimação sozinho no carro. O calor é um perigo sério: quando está a 72 graus do lado de fora, a temperatura dentro do seu carro pode chegar a 46 graus em uma hora.

Em um dia de 30 graus, mesmo com as janelas ligeiramente abertas, a temperatura dentro do seu carro pode chegar a 39 graus em apenas 10 minutos.  Lembre-se, se você ama seu cão, cuide dele e contenha-o quando viajar!

Em viagens longas, planeje com antecedência e leve seu cão para um passeio antes de sair. Crie o hábito de parar a cada duas horas para ir ao banheiro e dar a chance de seu cão esticar as pernas.

Mantenha seu animal de estimação e sua carteira de motorista sempre seguros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *