Menu fechado

Estratégias para refutar uma multa de trânsito

Quando você recebe uma multa de trânsito, basicamente significa que você é acusado de violar uma lei de trânsito. Mas o governo não pode puni-lo pela violação, a menos que você seja realmente condenado (seja admitindo a violação ou sendo considerado culpado no julgamento ). Se você está pensando em refutar contra a sua multa de trânsito, aqui estão algumas estratégias que você pode querer considerar.

Desafie a conclusão subjetiva do oficial

Com algumas infrações de trânsito, tudo se resume a se a conclusão subjetiva do policial é razoável. Por exemplo, a maioria dos estados tem uma ” lei de velocidade básica ” que – independentemente do limite de velocidade publicado – proíbe os motoristas de dirigir mais rápido do que é ” razoável e prudente “, dadas as condições atuais da estrada e do tráfego. Da mesma forma, você pode conseguir uma multa por seguir muito de perto na maioria dos estados, por seguir outro carro a uma distância mais próxima do que é ” razoável e prudente “, dadas as circunstâncias atuais.

Quando um policial emite uma multa para esses tipos de violações, é baseado no julgamento subjetivo do policial de que as ações do motorista não foram razoáveis ​​e prudentes. Para vencer uma dessas multas na Justiça, a tarefa do motorista é duvidar da conclusão do policial. Em outras palavras, o motorista desejará destacar todos os fatores que apoiariam a conclusão de que ele está dirigindo com segurança – circunstâncias como bom tempo e visibilidade e velocidades baixas de direção. Dependendo das circunstâncias, o motorista também pode sustentar seu argumento apontando que o policial não tinha um bom ponto de vista para avaliar a situação com precisão.

Desafie as observações do oficial

Com muitos tipos de violações, a precisão das observações do oficial é fundamental. Por exemplo, com o sinal de pare e multas de sinal vermelho (supondo que não estamos falando de uma multa de câmera de semáforo ), a evidência do governo de que você cometeu a violação geralmente será limitada ao policial que simplesmente testemunhou que viu você executar o sinal de pare ou sinal vermelho.

Quando você está lutando contra uma violação desse tipo, normalmente deseja evitar que seja uma questão de sua palavra contra a do oficial. Em vez disso, geralmente é mais produtivo se concentrar em se o policial estava em posição de observar com precisão a suposta violação. Por exemplo, você pode ser capaz de mostrar que o policial estava muito longe para ter uma boa visão ou que o ponto de observação do policial foi obstruído por algo como outro carro, uma placa ou uma árvore. Ao apresentar esse tipo de argumento, diagramas e fotografias podem ser úteis.

Mostre sua violação resultante de um “erro de fato”

Os juízes frequentemente dão alguma margem de manobra em relação às circunstâncias além do controle do motorista. Se você puder provar que cometeu um erro honesto e razoável, um juiz pode descobrir que você cometeu um “erro de fato” e descartar sua multa.

Cada situação é diferente. Mas, como exemplo, um juiz pode aceitar a defesa por erro de fato em um caso em que você não parou em um sinal de pare porque ele foi parcialmente bloqueado por um galho de árvore quebrado. Mesmo quando uma explicação não equivale a uma defesa legal completa para a violação, o juiz pode aceitar sua explicação como fundamento para reduzir o valor da multa.

Mostre que a violação foi necessária para evitar um dano maior

Emergências – não causadas por você – podem justificar uma violação sob a defesa de “necessidade”. O segredo dessa defesa é provar que foi necessário cometer a infração para evitar um dano muito maior. Por exemplo, um motorista sem licença que, mesmo assim, fica atrás do volante para transportar uma criança gravemente ferida para o hospital, provavelmente pode ganhar uma multa por dirigir sem a licença sob a defesa da necessidade.

Caso não seja óbvio, uma defesa de necessidade legítima não aparece com muita frequência.

As 10 principais violações de trânsito e como evitá-las

As dez principais infrações de trânsito podem ser evitadas quando você tem uma boa base de conhecimento. Vamos aprender como praticar bons hábitos que o ajudarão a se manter seguro e evitar multas de trânsito no futuro.

1. Excesso de velocidade. Não é nenhuma surpresa que a violação de movimento mais comum seja o excesso de velocidade. Certifique-se de observar os limites de velocidade, especialmente em bairros residenciais e estradas urbanas, onde eles mudam com frequência. Estar atento à velocidade também pode ajudá-lo a evitar direção imprudente e acidentes causados ​​por dirigir muito rápido.

2. Executando um sinal de pare ou luz vermelha. Tentar passar por uma mudança no semáforo amarelo pode resultar em uma multa de trânsito. Se a luz estiver mudando e você tiver tempo para parar, é importante parar. Permaneça atento e pare completamente nos sinais de parada. Diminuir a velocidade e continuar a dirigir pode resultar em uma multa.

3. Mudanças de faixa inseguras. Ao dirigir na rodovia, é importante sempre fazer mudanças de faixa seguras usando seus sinais de mudança para alertar outros motoristas e permitir espaço suficiente para mudar de faixa. Mudar de faixa com muita frequência e entrar e sair do trânsito pode ser perigoso.

4. Condução imprudente. Este termo pode ser usado para descrever uma série de crimes diferentes. A melhor coisa que você pode fazer para evitar uma direção imprudente é ficar alerta e focado na estrada. A multitarefa pode resultar em desvios e outros sinais de imprudência.

5. Seguindo muito de perto. Deixe uma distância segura entre você e os outros carros, especialmente na chuva, quando você precisará de mais tempo para parar. Você pode ser multado por usar o uso não autorizado ou seguir outro carro muito de perto.

6. Violação das regras ferroviárias. Sempre siga as placas em um cruzamento de ferrovia. Tentar passar quando as luzes estão piscando pode ser extremamente perigoso e pode resultar em uma multa.

7. Dirigir na direção errada. Fique atento às placas de ruas de mão única. Se você alguma vez estiver dirigindo na direção errada em uma rua de mão única, mantenha a calma e encontre rapidamente um lugar para virar.

8. Passar em uma zona proibida. Se a linha dupla no centro da estrada for sólida, você não poderá passar. Mesmo as estradas que geralmente permitem a passagem podem ter áreas, como em torno de uma curva ou em uma área com colinas, onde a passagem não é permitida.

9. Não parando para pedestres ou ônibus escolar. Todos os motoristas ficaram presos atrás de um ônibus escolar que faz paradas frequentes, mas as leis existem por um motivo, para manter as crianças seguras. O mesmo vale para os pedestres, é importante ceder a eles para evitar situações perigosas e potencialmente mortais.

10. Dirigir sob a influência. Dirigir sob a influência é extremamente perigoso, tanto para você quanto para os outros motoristas na estrada. Se você planeja beber, sempre tenha um plano para chegar em casa com segurança.

Mas se você recebeu uma multa, nós podemos te ajudar! Entre em contato conosco para mais informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *